domingo , 15 setembro 2019

Últimas Notícias
Câncer na terceira idade: prevenção começa na juventude

Câncer na terceira idade: prevenção começa na juventude

Dr. Loureno Cezana, oncologista do Cecon – Centro Capixaba de Oncologia, comenta os cânceres comuns na terceira idade e alerta sobre a prevenção

Uma rotina equilibrada e saudável, incluindo alimentação adequada, atividade física, controle de peso, abstinência de tabaco e vacinação adequada, é uma grande aliada na prevenção do câncer. O importante é pensar no longo prazo, ou seja, cuidar da saúde desde jovem para colher os benefícios no futuro. Pesquisas apontam que, em 2019, o Brasil terá 600 mil novos casos de câncer e a maior parte da população que terá a doença está na terceira idade.

Os dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam que cerca de 70% dos casos de câncer podem ocorrer em pessoas de 60 anos acima. Alguns casos de câncer, inclusive, segundo o oncologista Loureno Cezana, do Centro Capixaba de Oncologia (Cecon), unidade capixaba do Grupo Oncoclínicas, ocorrem especificamente na terceira idade.

Um exemplo é o câncer de próstata. “É considerado um câncer do idoso, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. Existem também alguns tumores de pele que são mais incidentes com passar dos anos, além do câncer de mama, nas mulheres”, comenta o oncologista.

Ainda segundo Cezana, às vezes o diagnóstico do câncer em um idoso até interfere na expectativa de vida. “O tratamento é muito individualizado. Existem idosos com 90 anos que são completamente ativos, sem quaisquer comodidades e nos surpreendem. Temos experiência de quimioterapia em indivíduos de 85 e 90 anos que estão vivendo bem, mantendo atividades cotidianas”, acrescenta o oncologista.

O paciente idoso requer uma atenção diferenciada da equipe, no sentido de se atentar às demais situações médicas. Cezana deu o exemplo de um idoso que desenvolve algum efeito colateral clássico do tratamento. “Ele vai sentir muito mais do que um jovem, por exemplo, ao desenvolver um quadro de diarreia. Então, temos que ter muito mais cuidado. É muito comum, por exemplo, que antes de começarmos o tratamento façamos contato com o geriatra, comunicando sobre as medicações a serem usadas para combater o câncer e os efeitos esperados, bem como a eventual necessidade de ajustes de medicação, para que o paciente não sinta tanto a toxicidade ”, destaca o médico.

Quanto à prevenção de adquirir câncer na terceira idade, o oncologista alerta que os cuidados começam na juventude. “Por exemplo, a vacina que se toma contra o HPV quando jovem pode prevenir um câncer que poderia aparecer na terceira idade”, observa ele.

Outro exemplo que o médico citou diz respeito ao tabagismo. “Quem vai pagar a conta do tabagismo não é o fumante jovem, é o mesmo indivíduo na terceira idade, pois vai desenvolvendo doenças ao longo da vida”, salienta o oncologista.

Cezana enfatiza que as medidas comportamentais para evitar o câncer na terceira idade, já começam muito cedo, adquirindo uma alimentação saudável, evitando o tabagismo e praticando exercícios regulares. “O idoso que já vem de uma linha saudável, com uma alimentação balanceada e atividade física, amplia a tolerância ao tratamento, caso adquira um câncer. E a chance de recuperação é alta”, conclui o médico do Cecon. A prevenção, portanto, continua a ser o melhor remédio e deve começar cedo.

Fonte: P6 Comunicação

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*