domingo , 26 maio 2019

Últimas Notícias
Obra de Mobilidade em Jardim Limoeiro e São Diogo gera polêmica 

Obra de Mobilidade em Jardim Limoeiro e São Diogo gera polêmica 

Apesar da aprovação do projeto binário em 2013/2014 pelos moradores e empresários de Jardim Limoeiro e São Diogo, novos moradores da região questionam a funcionalidade da obra de mobilidade que mudará o trânsito no local.

O presidente da Associação dos Moradores de Jardim Limoeiro, Gilmar Almeida Nogueira, bairro que terá o maior impacto com o projeto, frisou que os moradores foram favoráveis ao projeto após as modificações sugeridas na audiência pública e assembleia, que teve a participação de moradores e empresários na época. Na lista de presença que se encontra no processo na prefeitura consta mais de 200 moradores e empresários.

Segundo o presidente Gilmar Nogueira, que desde 2013 lidera a Associação de Moradores, a prioridade sempre foi o fim dos alagamentos do bairro. “Não adianta fazer um projeto bonito por cima da terra e, quando a chuva cai, todos os moradores e empresários entram em desespero com os alagamentos.”, frisou.

Nogueira destacou ainda que, durante reunião com a secretária de desenvolvimento Urbano do município, Mirian Soprani e a presidente da Associação de Moradores de São Diogo, Marleide Pinheiro, realizada em março, foi confirmado que o binário só será executado após a conclusão da macrodrenagem do bairro Jardim Limoeiro. Também ficou acertado que o pedido das duas Associações para realizar uma reunião na região, afim de apresentar o projeto, será analisado pela Secretaria.

Gerson Queiroz Alves, representante dos moradores do Villagio Limoeiro, questiona que os moradores do Condomínio não participaram da discussão do projeto, por isso são contrários. “Transformar a Norte-Sul em mão única não é a solução para acabar com os engarrafamentos da região. O problema está no gargalo próximo ao Terminal de Carapina e na ES-010”, reclama.

Gerson frisou ainda que vai encaminhar requerimento a Associação dos Moradores de Jardim Limoeiro solicitando que a Prefeitura realize outra audiência pública, pois, atualmente, os impactos são maiores, devido a elevada quantidade de novos moradores.

Mirian Soprani informou ainda que o impacto será positivo no que refere a melhorar a circulação dos automóveis na rodovia Norte Sul, nas Ruas Euclydes da Cunha, Nelcy Lopes Vieira, Castelo, Pedro Zangrande, Av. Lourival Nunes, São Pedro, Claudio Coutinho, Acassio Godin, Paraná, Guimarães Junior, Humberto de Campos e Londrina. 

Além disso, é relevante para transformar as vias em mão única, organizando assim o trânsito interino dos bairros, já que servem de rota alternativa para a população da Grande Vitória. Ela informou que as vias Nelcy Lopes Vieira e Pedro Zangrande irão ser utilizadas pelo coletivo.

Segundo Mirian, a equipe fez um trabalho minucioso na região e identificou a necessidade de intervenção, com foco na segurança, após a realização de estudos técnicos. 

 Por Gilmar Almeida Nogueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*